Sábado, 28 de Março de 2009
Boa Páscoa!!!

Depois de passado mais um período escolar chegam as férias da Páscoa.

O Eco grupo deseja a todos uma Boa Páscoa. Cheia amêndoas e ovos de chocolates. :)



publicado por ambienteap12ch1 às 16:54
link do post | Comenta! | favorito

Galp Share...

Todos os dias existem movimentos pendulares de Peniche para Lisboa, tanto por parte dos estudantes universitários como de quem tem um emprego na capital.

Se este é o seu caso adira a esta iniciativa. Pois não só poupa o ambiente como também poupa a carteira.

 


tags:

publicado por ambienteap12ch1 às 16:24
link do post | Comenta! | favorito

Terça-feira, 24 de Março de 2009
Requalificação do Fosso da Muralha...

Apresentamos aqui algumas fotos que ilustram o Fosso da Muralha actualmente e a simulação do mesmo após a  conclusão da requalificação.

O projecto passa pela despoluição, limpeza e ordenamento da zona.

No próximo dia 28 de Abril começa o concurso que tem como objectivo decidir qual a empresa que irá ser responsável pela execução da obra. Todas as empresas interessadas irão apresentar as suas propostas, seguindo-se a sua análise. Por fim a empresa que apresente a proposta mais vantajosa  irá ser escolhida para proceder ao inicio da requalificação do fosso.

A 1ª fase do projecto tem como fim passar à limpar o fosso e construir duas pontes pedonais e uma rodoviária bem como a eclusa. A 2ª fase passa pelo ordenamento da zona envolvnte.

Espera-se que a obra dure cerca de 18 a 20 meses e o seu custo ronda os 3,5 milhões de euros e é apoiada pela QREN (Quadro de Referência Estratégica Nacional).

 

Aspecto actual do Fosso da Muralha

Áreas de Futura Requalificação

Eclusa

Ponte Pedonal 1

Ponte Rodoviária

Ponte pedonal 2

 



publicado por ambienteap12ch1 às 08:36
link do post | Comenta! | favorito

Quinta-feira, 19 de Março de 2009
Fotos da Fábrica Narciso Dias

Durante a visita guiada à fábrica Narciso Dias - fábrica de farinhas e óleos de peixe - o grupo registou algumas fotos que dão a noção do processo fabril.

 

Aspecto Exterior da fábrica.

 

Painel de controlo geral da fábrica.

 

Palotes que transportam o desperdicio para a fábrica.

 

Os desperdicios em transformação.

 

 Farinha feita a partir dos desperdicios.

 

 

 Sacas de farinha.

 

 

Água a sofrer o processo de tratamento.

 

 

 

 



publicado por ambienteap12ch1 às 10:36
link do post | Comenta! | favorito

Terça-feira, 17 de Março de 2009
Entrevista ao senhor João Dias - Fábrica Narciso Dias – fábrica de farinhas e óleos de peixe de Peniche

Esta unidade fabril, que data de 1930, tem passado de geração em geração. Inicialmente encontrava-se instalada junto à praia de Supertubos e em 2002 deslocaram-se para a zona junto ao estádio municipal, tendo tido apoio comunitário e da Câmara.

A indústria emprega dezasseis trabalhadores: dez na parte fabril e seis na parte dos escritórios.
Esta fábrica utiliza os subprodutos de outras fábricas de peixe, para a produção de farinhas e óleos: a farinha destina-se a rações para alimentar peixes, porcos e aves enquanto os óleos destinam-se a produtos de beleza. Este processo ajuda as outras indústrias, pois trata os seus desperdícios Só existem três fábricas com estas características em todo o país (Peniche, Figueira da Foz e Trofa).
Esta indústria é muito importante, pois sem esta os subprodutos das outras fábricas não teriam forma de serem tratados e teriam de ser enviados para aterros sanitários o que provocaria grandes danos no ambiente.
A fábrica é a única com licença ambiental. O senhor João Dias, proprietário da unidade, quando confrontado com a questão dos maus cheiros, afirmou que “estes são inerentes ao tipo de indústria”; a mesma tem licença ambiental por isso, à medida que vão surgindo novas tecnologias, a mesma tem de as acompanhar.  
Actualmente, a fábrica encontra-se envolvida no projecto de tratamento dos maus cheiros que deixarão de existir, logo que as máquinas entrem em funcionamento e possibilitem a incineração dos gases causadores desses maus cheiros.
Esta fábrica produz diariamente entre 60 a 80 toneladas de detrito de peixe para consumo interno e pontualmente exportam.
Quando colocada a questão acerca da crise que estamos a atravessar, o senhor João Dias afirma que” o preço da carne tem diminuído, por isso a fábrica também tem que reduzir o preço das farinhas para acompanhar a actual situação.” A diminuição do preço da farinha deve-se ao facto de serem importadas farinhas do exterior mais baratas.
 

 



publicado por ambienteap12ch1 às 09:30
link do post | Comenta! | favorito

Terça-feira, 10 de Março de 2009
Entrevista ao Vice-presidente.

 

No dia 12 de Fevereiro realizou-se no salão Nobre da Câmara de Peniche, a entrevista ao Vereador do Ambiente, Sr. Jorge Amador. Nesta entrevista foram abordados os seguintes temas:
- Fosso da ribeira
- Zonas verdes
- Fábrica de farinhas e óleos de Peniche
-ESIP
-Turismo
-ETAR
-Berlengas
A Câmara está atenta à situação do concelho. Assim adiantou que as obras para o fosso da muralha terão início muito brevemente, pois esta consta nas grandes opções de plano.
A obra tem duas fases. A primeira fase passa pela despoluição do fosso, criar uma terceira ponte onde está o antigo campo de futebol do Baluarte, melhorar as estruturas das pontes já existentes e criar um espelho de água para as actividades náuticas. A segunda fase passa pelo ordenamento da zona envolvente e arranjo urbanístico. Todas estas intervenções têm apoio do Quadro Comunitário (QREN).
Peniche tem desenvolvido esforços no sentido de aumentar a qualidade de vida da população, no que respeita às zonas verdes. A obra efectuada na entrada de Peniche alterou a sua face, para uma imagem verde de qualidade. Esta área pode ser utilizada para a prática desportiva. O relvado sintético tem tido grande adesão bem como as pistas pedonais.
O vice – presidente, quando confrontado com a questão dos gastos do regadio, falou-nos de uma alternativa ao relvado que era o prado sequeiro, minimizando os ditos custos. Contudo, a eficácia do prado sequeiro ficaria aquém das expectativas, uma vez que apresentaria um tom amarelo na maior parte do ano, optando-se assim pela relva. Para atenuar as despesas com a rega da mesma vai-se aproveitar as águas tratadas provenientes da ETAR da Atouguia da Baleia, desta forma diminuindo os custos.
No que respeita aos maus cheiros, o vice – presidente defendeu que tanto a ESIP como a Narciso Dias - Fábrica de farinhas e óleos de peixe – estão a encetar esforços para a redução de odores na cidade. Também referiu a importância destas duas indústrias no panorama concelhio salientando que  “A ESIP com a câmara é a maior fonte empregadora da região” . Em relação à Narciso Dias - Fábrica de farinhas e óleos de peixe – é uma indústria importante para dar fim aos subprodutos das outras fábricas (restos de peixes).
No que toca à ilha da Berlenga, pretendem torná-la num ponto atractivo a nível internacional.


publicado por ambienteap12ch1 às 09:36
link do post | Comenta! | ver comentários (1) | favorito

Toda a informação aqui publicada não está autorizada a ser retirada e posteriormente utilizada noutros contextos.
mais sobre mim
O que procuras?
 
Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


Novidades!

Dia Mundial do Ambiente

AP- Balanço Final e Despe...

Conclusões após apresenta...

Apresentação Final

Requalificação do Fosso d...

25 de Abril, Uma Revoluçã...

Publicidade ao nosso blog...

3º Período

Boa Páscoa!!!

Galp Share...

Requalificação do Fosso d...

Fotos da Fábrica Narciso ...

Entrevista ao senhor João...

Entrevista ao Vice-presid...

Central Nuclear em Ferrel

Dar Voz à Cidade...

Dinâmica da ETAR e das Em...

Uma nova etapa

Orçamento da Câmara Munic...

Feliz Natal

Arquivos

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

tags

todas as tags

links